Diferença na correção do FGTS chega, dependendo dos anos da conta, a 88,3 %

12/08/2013 / 14:32:29 - Ação Sindical
A Taxa Referencial (TR) é o índice usado para corrigir as contas do FGTS porém, desde 1999, o Governo federal não a aplica conforme os números da inflação anual.
Com isso, o dinheiro do trabalhador vem ficando defasado. A partir de 1999, a TR começou a ser reduzida, gradativamente, até que, em setembro de 2012, chegou a zero. Ou seja, o dinheiro do trabalhador que está no FGTS passou a ficar sem correção.
Diante desse absurdo com o dinheiro do trabalhador, vários sindicatos ajuizaram ações para cobrar na Justiça a correção das contas. A ação engloba o período de 1999 até os dias atuais.
Segundo o Diretor da Secretaria do Jurídico Dalmor Trevisan, o Sindicato em conjunto com a Federação dos Bancários estará encaminhando a referida ação.

Mais informações com Dalmor Trevisan, pelo endereço e telefones abaixo:

Rua Nelson Silveira de Souza, 1200 Centro Osório/RS CEP.:95.520-000 Fone/fax (51) 3663-2975 e 3663-1204

Acesse: http://www.bancarioslitoral.org.br/noticia.php?id=6711



Enviar a um Amigo
De:
Nome:
Email:

Para:
Nome:
Email:

Postar Comentário
Nome:
Email:


Comentário:


Imprimir

Desenvolvido por Crystalino e Clarisse M. Soares